Home » Empreendedorismo » O papel da criatividade no empreendedorismo imobiliário

O papel da criatividade no empreendedorismo imobiliário

Muitas pessoas associam a criatividade a talentos artísticos que se manifestam, por exemplo, através da pintura, da composição musical, da escrita ou da poesia. Contudo, a criatividade é muito mais do que isso e nem todos os criativos são artistas. Na verdade, muitos deles são empreendedores!

A criatividade é uma das qualidades mais importantes de qualquer empreendedor, que deve ser continuamente preservada e cultivada.

Podemos imaginá-la como uma espécie de músculo que deve ser exercitado diariamente. Quanto mais estimularmos o nosso sentido criativo, mais naturalmente ele vai surgir no decorrer das tarefas quotidianas.

Ser criativo é um requisito quase obrigatório para qualquer empreendedor que, só assim, consegue encontrar soluções inovadoras para problemas, moldar hábitos e perceções e fazer os seus negócios triunfar em circunstâncias menos favoráveis. Isto aplica-se, naturalmente, a empreendedores do ramo imobiliário, mas também a todas as pessoas que desejam fazer uma reconversão profissional.

O papel da criatividade no empreendedorismo imobiliário

Mas, afinal, o que é a criatividade?

A criatividade é o ato de tornar novas ideias e conceitos diferenciadores em realidade. Os empreendedores e as pessoas criativas são conhecidos por percecionarem o mundo de uma forma muito diferente. Isto ajuda-os a identificar padrões ocultos, a estabelecer sinergias improváveis e, por fim, a encontrar soluções inovadoras para problemas. Podemos dividir o processo criativo em duas partes – o imaginar e o fazer acontecer. Qualquer ato criativo implica sempre que exista uma ação concreta.

De que forma é que a criatividade pode manifestar-se?

Há inúmeras formas através das quais a criatividade se pode manifestar na vida dos empreendedores. As mais comuns são:

1. Na resolução de problemas

Lidar com os problemas e obstáculos que teimam em aparecer pelo caminho faz parte da vida de qualquer profissional, e ultrapassá-los nem sempre é uma tarefa fácil. Ser criativo e conseguir pensar em soluções “fora da caixa” pode ser uma extrema mais-valia na rapidez com que se ultrapassam os problemas.

O papel da criatividade no empreendedorismo imobiliário


2. Na gestão de equipas e de conflitos

A criatividade foi, desde sempre, reconhecida como uma componente importante de qualquer negócio próspero. Contudo, nem sempre assim foi no que diz respeito à gestão de equipas. Isto acontecia, talvez, porque a criatividade era considerada demasiado intangível, ou porque as chefias acabavam por concentrar os seus esforços criativos na melhoria do seu serviço, produto ou das suas operações, esquecendo-se, muitas vezes, da componente humana.

A verdade é que estudos recentes nas áreas da psicologia e da neurociência têm demonstrado que os melhores líderes e managers de equipa, utilizam recursos (muitos deles absolutamente criativos) para melhor gerirem as suas equipas e resolverem conflitos internos. Através de uma boa dose de criatividade, é possível fazer com que as decisões tomadas sejam mais benéficas para ambas as partes envolvidas num conflito.

Ler mais: Como fazer crescer e gerir equipas remotamente

O papel da criatividade no empreendedorismo imobiliário


3. Na apresentação de soluções inovadoras

Durante a pandemia de Covid-19 – um acontecimento que apanhou todos os empreendedores desprevenidos e que os obrigou a repensar os seus modelos de negócio – os consultores imobiliários da iad Portugal deram verdadeiras provas do seu sentido criativo.

Num paradigma em que a atividade no terreno congelou quase totalmente (devido aos consecutivos confinamentos pelos quais passámos), com recurso à criatividade e a ferramentas digitais únicas, estes profissionais conseguiram dar a volta e continuar a sua atividade de mediação imobiliária.

Não era possível visitar presencialmente um imóvel? Com as visitas à distância e as visitas virtuais, estes empreendedores imobiliários deram aos seus clientes a mesma possibilidade de visitar um imóvel e de conhecer todos os detalhes do espaço… Através do seu computador ou smartphone.

E a verdade é que foi graças a este sentido criativo que estes profissionais conseguiram apresentar aos seus clientes uma solução inovadora e garantir a continuidade dos seus negócios.

4. Na gestão de riscos

Para uma grande parte dos managers, a gestão de risco significa evitar por completo ações arriscadas que possam fragilizar um negócio. Mas, na realidade, a gestão de risco é muito mais do que isso.

Fazer uma boa gestão de risco significa tomar decisões inteligentes, estratégicas e originais, e ter um plano B sempre pronto para a eventualidade de algo correr menos bem.

Da mesma forma, a gestão de risco não se faz limitando as equipas e dizendo o que se pode ou não pode fazer. Em vez de limitar o seu sentido criativo, os gestores devem estimular as suas equipas e encorajá-las a pensar em soluções e ideias inovadoras que permitam reinventar o negócio ou a atividade no caso de surgir um evento inesperado.

O papel da criatividade no empreendedorismo imobiliário

5. Na forma de comunicar

A forma como comunicamos também reflete claramente o quão criativo um profissional é. Imagine-se o caso de um consultor imobiliário que está a trabalhar num anúncio para promover a venda de um imóvel.

Se, em vez da narrativa tradicional que se limita a descrever todas as características observáveis da propriedade em questão, o consultor imobiliário conseguir contar a história do imóvel e fazer com que o potencial comprador consiga imaginar-se a viver no espaço, a probabilidade de ser bem-sucedido é exponencialmente maior.

Dicas para estimular o seu sentido criativo

Se não se considera uma pessoa particularmente criativa, é importante saber que a criatividade pode ser aprendida e estimulada. Em primeiro lugar, há determinados hábitos e exercícios que pode implementar já na sua rotina e que vão ajudá-lo, enquanto empreendedor, a fomentar o seu sentido criativo. Alguns deles são:


Sujeite-se a estímulos diferentes

Se deseja ser um profissional mais criativo, sujeite-se a tantos estímulos diferentes quanto possível. Ler um novo livro de ficção, pintar, ouvir um álbum de um estilo musical completamente diferente ou viajar podem ser situações muito benéficas para conseguir ter ideias mais criativas.

O papel da criatividade no empreendedorismo imobiliário

Crie momentos de relaxamento e descontração

Muitas vezes, as ideias mais criativas surgem em contextos ou situações informais, que nada têm a ver com o problema em questão. Quem nunca encontrou a solução para um problema no momento mais improvável e aleatório?

Ainda há muito para descobrir sobre a forma como o cérebro humano funciona mas, efetivamente, estudos revelam que é nos momentos em que estamos mais relaxados e desprendidos, que muitas das nossas ideias criativas surgem. Por isso, é importante que consiga fazer uma boa gestão do seu tempo, de forma a conseguir usufruir destes pequenos momentos.

Fomente os bons hábitos

Corpo são, mente sã. Tão simples quanto isto. O seu estado mental e, por conseguinte, a sua capacidade criativa vão ser diretamente influenciados pelos seus hábitos e estilo de vida. Dormir bem, ter uma alimentação correta e equilibrada, praticar exercício físico ou meditar com frequência, são bons exemplos pelos quais pode começar.

Ler mais: Ser empreendedor: 5 hábitos importantes que deve cultivar

O papel da criatividade no empreendedorismo imobiliário

Faça exercícios mentais

Trabalhe a plasticidade do cérebro e faça tantos exercícios mentais quanto possível (de forma deliberada ou não). Tente estabelecer associações entre diferentes coisas, desenhe conexões mentais entre interrogações, problemas e ideias de áreas diferentes da sua, questione o senso comum e as soluções já implementadas, observe comportamentos e tente identificar novas oportunidades.

Faça networking

Estabelecer e nutrir relações com pessoas e profissionais muito diferentes de si (e, depreenda-se, também com atividades profissionais distintas) pode ser uma excelente forma para conseguir estimular a sua criatividade. Procure conversar com estas pessoas, conhecer novos paradigmas e ideias e tente sempre estabelecer ligações entre essas realidades e o seu negócio.

O papel da criatividade no empreendedorismo imobiliário

Teste novas ideias

Recorde-se de que falámos acima que a criatividade se divide em duas componentes fundamentais: o imaginar e o fazer acontecer. Por isso, não se iniba de testar as suas ideias (por muito pouco convencionais que possam ser) e de ver como é que o mercado ou o seu público-alvo reagem. Poderá ficar surpreendido…

Ler mais: O poder da visualização mental para atingir o sucesso

Seja consistente

Abrir caminho para a criatividade requer, acima de tudo, consistência nestes exercícios e nos hábitos diários. Trata-se de criar uma rotina que seja propícia ao surgimento de pensamentos criativos e inovadores. Verá que, o que de início pode ser ligeiramente forçado, com o tempo, vai tornar-se numa coisa muito natural que irá, sem dúvida, trazer inúmeros benefícios para o seu negócio e para o seu percurso enquanto empreendedor.