Home » Empreendedorismo » Tudo o que deve saber sobre personal branding

Tudo o que deve saber sobre personal branding

Se ambiciona ser empreendedor e ter sucesso na mediação imobiliária (ou em qualquer outro ramo), não deve ignorar o poder do personal branding para alavancar negócios. 

Neste artigo, vamos explorar exatamente em que consiste o personal branding e que estratégias pode utilizar para pô-lo em prática em contexto profissional, mas também pessoal.

O que é exatamente o personal branding? 

Este termo, normalmente usado em inglês, refere-se ao processo de construção de uma marca pessoal. É importante que se perceba bem a diferença entre estes dois conceitos. 

Enquanto a marca pessoal diz respeito à perceção generalizada que o público tem de um dado profissional, tendo por base a sua experiência, o seu conhecimento especializado e técnico, as suas competências, as suas ações ou conquistas, o personal branding é todo o processo através do qual é construída a marca pessoal. 

O personal branding diz, assim, respeito a uma ato consciente e intencional de criar e influenciar a perceção pública de um profissional, tornando-o uma autoridade na área e fortalecendo a sua credibilidade e o fator diferenciação perante a sua concorrência direta. 

No ramo imobiliário, é deveras importante que o consultor imobiliário seja uma verdadeira referência para quem procura comprar ou vender casa numa determinada zona. Lembre-se de que comprar uma casa é, para grande parte das pessoas, um marco muito importante nas suas vidas e representa um investimento significativo. Por esse motivo, o fator confiança é fundamental. Enquanto consultor imobiliário, quanto melhor trabalhar o personal branding, melhor irá posicionar a sua marca pessoal no mercado e, por conseguinte, mais credibilidade transmitirá a potenciais clientes.

Ler mais: Os 10 coaches que o vão inspirar a mudar de vida

Estratégias de personal branding para ter um negócio de sucesso 

Segundo Tom Peters – autor que popularizou o conceito de personal branding há cerca de 25 anos no seu artigo The Brand Called You – existem algumas estratégias essenciais para trabalhar o personal branding, nomeadamente: 

Aprendizagem e formação contínua 

Não é surpresa nenhuma que qualquer profissional que se queira manter competitivo e relevante no mercado em que atua deve investir continuamente em formação. Para Peters, mais do que uma mais valia técnica, esta é uma importante estratégia de personal branding. Ser um “estudante para a vida” é, nas palavras do autor, essencial para a progressão e para o estabelecimento de uma marca pessoal forte. Não interessa tanto ser o profissional mais inteligente da área, mas antes, o mais bem preparado. 

É por isso que, na iad Portugal, existe um plano de formação especialmente desenvolvido por especialistas do ramo, que pretende dar aos novos consultores todas as bases e ferramentas necessárias ao início da atividade e, aos profissionais já experientes, acompanhamento contínuo e possibilidade de aperfeiçoar as suas competências. 

Acesso a fontes de informação diversificadas e ricas 

Para Tom Peters é ainda muito importante aceder a fontes de informação diversificadas e estudar temas vários. Um profissional que queria construir uma marca pessoal de sucesso no mercado, não pode dominar apenas um tópico, pois isso não lhe dará uma perspetiva completa e real do mundo. 

No artigo Formação imobiliária: 5 áreas de conhecimento que deve dominar, pode ficar a conhecer, com mais detalhe, algumas áreas que, para além dos princípios da mediação imobiliária são, de acordo com os consultores imobiliários mais experientes da iad Portugal, áreas de estudo particularmente relevantes. Entre elas estão o marketing pessoal e de influência, técnicas de vendas e negociação, créditos e finanças, e multimédia. 

Excelência no trabalho 

Mas, verdade seja dita, que, por muito bem preparado e informado que um profissional possa estar, se não for absolutamente excelente e profissional no seu trabalho, não conseguirá fazer vingar a sua marca pessoal. Por esse motivo, de acordo com Tom Peters, outra grande estratégia de personal branding (se não a mais importante de todas) é ser um profissional exímio. Deixar uma boa impressão e uma nota de profissionalismo a todos os clientes, colegas, parceiros e/ou fornecedores com que se cruza, é fundamental para que seja bem referenciado no mercado em que atua. Ninguém irá recomendar os serviços de um consultor imobiliário se a experiência não tiver sido, no mínimo, satisfatória. Por isso, ambicione ser o melhor no que faz. 

Networking 

Já falámos da importância de criar e nutrir as relações humanas e profissionais no artigo Ser empreendedor: 5 hábitos importantes que deve cultivar. Efetivamente, o networking é uma ferramenta poderosíssima de personal branding e, quando bem trabalhado, pode abrir-lhe portas a muitas oportunidades e projetos únicos. 

Neste sentido, o autor recomenda que tente estabelecer tantos contactos quanto possível. Participe em convenções, feiras ou conferências da especialidade e espalhe a sua marca pessoal. 

Por exemplo, para os consultores imobiliários independentes da iad Portugal, o SIL – Salão imobiliário de Portugal – é um evento incontornável para fazer novos contactos, reunir com clientes e parceiros, assim como fazer prospeção de potenciais novos negócios. Este ano, a iad Portugal assegurou a maior presença de sempre neste evento, dando a toda a sua rede de empreendedores a possibilidade de terem mais visibilidade no setor e de alavancarem a sua marca pessoal no mercado. 

Investimento em relações humanas 

Nunca a componente humana teve tanta relevância. Numa altura em que o contacto remoto e a digitalização foram os meios de subsistência para tantos negócios e atividades, chega agora a altura de compensar todo o tempo perdido e de investir fortemente nas relações humanas. Nada substitui a energia do relacionamento humano cara a cara. 

É incontestável que o personal branding se foca essencialmente em construir a “persona” pública de um determinado profissional. Contudo, invista a mesma energia numa exposição pública e numa interação privada. Certo é que, quando está à frente de algumas dezenas (ou até centenas) de pessoas, o alcance é diferente e a possibilidade de projetar a sua marca pessoal é muito maior. Mas não negligencie as relações individuais, uma vez que são elas que fomentam a referenciação, ajudando-o a expandir o seu negócio e a sua marca pessoal. 

A importância da autenticidade 

Quando os departamentos de marketing trabalham uma determinada marca, fazem-no de acordo com determinados valores. Existe um livro de estilo da marca, um tom de comunicação específico, uma linha de design e de comunicação visual própria, etc. Todos estes elementos são aquilo que dá forma à identidade própria da marca.  

Quando falamos de personal branding, falamos de um processo e de uma metodologia de trabalho muito semelhante – com a exceção de que estamos a falar da sua marca pessoal. 

Por isso, aqui a autenticidade assume um papel fundamental. A sua marca pessoal não deve ser forjada. Ela tem de ser autêntica e refletir quem realmente é, enquanto pessoa e profissional. Coloque na sua marca pessoal todas as suas crenças, valores e metodologias de trabalho. Mantenha autêntica a sua forma de estar e de comunicar. Lembre-se de que a autenticidade ajuda a estabelecer relações mais profundas e fortes com as pessoas, sejam elas clientes, colegas, amigos ou família. E como pode estabelecer relações autênticas? É mais fácil do que pensa. Baixe a guarda. 

Ler mais: 10 Dicas para uma reconversão profissional com sucesso